Jardinagem

Em entradas, faceando circulações internas e externas, formando grandes maciços ou em alguns poucos vasos, seja com o intuito da criação de um cenário, da valorização da propriedade, no intuito educativo, estético ou financeiro; enfim, independente da finalidade, temos sempre que nos dedicar ao cuidado das plantas.

Cuidados essenciais:
  • Regas periódicas e bem dosadas, de acordo com a necessidade de cada espécie;
  • Adubação periódica, de acordo com as necessidades de cada espécie;
  • Limpeza semanal, quinzenal, ou mensal, dependendo das condições da planta;
  • Preparo superficial do solo;
  • Prevenção e tratamento de pragas e/ou doenças;
  • Substituição de plantas doentes ou mortas;
  • Podar cuidadosamente a planta, não a mutilando.
Curiosidades
  • O escurecimento da borda das folhas pode ser devido à insolação ou por correntes de ar frio.
  • A podridão cinzenta nas folhas e caules pode resultar de umidade excessiva.
  • Depósitos esbranquiçados nas paredes externas de um vaso de barro são indício de excesso de minerais, devido à adubagem excessiva.
  • Excesso de água não faz bem a planta, apodrece a raiz e causa folhas murchas.
  • Folhas que amarelecem e caem são sintomáticas de superirrigação.
  • Folhas definhadas e torcidas em direção da fonte luminosa indicam que a planta está sem luz.
  • Folhas descoloridas é sintoma de iluminação insuficiente.
O que não deve ser feito.

Plantar espécies vegetais em jardineiras ou vasos que não suportem o seu torrão. profundidade insuficiente para a devida expansão das raízes das plantas. Esquecer de prever pontos de drenagem para o jardim, afim de que a água não acumule. Não ter escoamento do excesso da água apodrecera raiz. Iniciar a implantação do jardim antes do término de outras obras, como pintura, iluminação, limpeza final, etc.

Perguntas e Respostas

De quanto em quanto tempo deve se trocar a terra do vaso?
Não existe um período/tempo pré- determinado para essa troca. A troca de terra do vaso só se faz necessária em casos extremos como por exemplo quando contaminada por pragas ou doenças que não puderam ser controladas. Neste caso, tanto a planta como a terra deverão ser desprezadas. Do contrário, a terra deverá ser revolvida periodicamente e devidamente adubada, mantendo dessa maneira, as condições necessárias para o desenvolvimento da planta.

Quais são as plantas mais indicadas para dentro de casa?
Plantas que vivam em condições de sombra ou meia-sombra. É importante ressaltar que qualquer espécie vegetal necessita de claridade para a sua vitalidade. Portanto, é aconselhável que as mesmas fiquem próximas das janelas ou aberturas que possibilita luminosidade.

Mudar a planta de lugar é prejudicial a ela?
Espécies de grande e médio porte, se não previstos certos cuidados no transplante, podem até morrer; sendo que em alguns casos, não há possibilidade de transplante. As demais espécies, em sua maioria, podem ser trocadas de lugar, mas sempre levando em consideração suas necessidade básicas. Após a mudança de lugar, geralmente, a planta necessita de um período de tempo para que se acostume às novas condições locais.

Porque uma planta demora a se adaptar a outro lugar?
Pelas mudanças de luminosidade, climática, solo, pelo período necessário para o enraizamento da planta; enfim, pelas movas condições locais. Qual a maneira certa de regar as plantas? Regando a terra, ou colocando água no prato?
Levando em consideração o correto plantio em vasos, a raiz da planta ficaria impossibilitada de captar água se colocada no prato. Portanto, deve-se regar a terra.

Rua Maranhão 554     cj 41     Higienópolis   São Paulo/SP      Fone:55 (11) 3668 6088